Como Cuidar de Flores em Vasos

 

Algumas pessoas mesmo gostando das flores acabam não tendo espaço e tempo para poder cultivá-las. Cultivar flores necessita da nossa atenção e uma série de cuidados, mas é muito prazeroso para os apaixonados por flores cultivarem vasos. Cada flor possui um jeito único de ser cuidada de acordo com sua espécie, procure se informar sobre as necessidades da planta, a manutenção deve ser constante, retirar galhos secos, adubação, prevenção de pragas. Existe uma gama de opções para se criar em vasos. Para vasos pequenos devem ser aquelas que não crescem muito e não precisam de sol para viver. Já os vasos grandes são para as plantas que crescem mais e precisam de um pouco de sol em alguns momentos do dia. Ao transplantar vasos, procurar colocar em um vaso maior ao atual, para proporcionar a planta condição de readaptação ao meio.

Lembre-se: compostos com terra, matéria orgânica e um pouco de adubação mineral conforme indicado na embalagem adquirida.

Flores que possuem coloração mais variada e porte médio: Margarida, Íris, Tulipa, Magnólia, Violeta, Crisântemo e Narciso. Estas plantas necessitam de espaço, por isso, devem ser plantadas em vasos maiores, além disso, gostam exposição solar ao entardecer.
Algumas plantas são mais delicadas e por isso exigem, além de adubação, cuidados com a temperatura. Entre essas plantas estão: Bromélia, Antúrio, Orquídeas, Amor-Perfeito e Violeta. Fogem do sol direto, preferem lugares fechados e exigem regas ao menos duas vezes na semana, porém, em pequenas quantidades.

No geral, os cuidados para se cultivar flores em vasos variam de acordo com o tipo e a espécie de flor, cada espécie necessita de uma quantidade de luminosidade, umidade, temperatura, adubação. Antes de cultivar flores em vasos pesquise as características e necessidades de cada flor, e também os vários gêneros e espécies existentes.

Afinal, tanto flores de pequeno porte, como violetas, quanto outras de médio (ou grande) porte, como samambaias, podem ser cultivadas em vasos, desde que seu cultivo seja adequado as necessidades de cada planta.

Ao receber uma planta em vaso certifique-se que o substrato está devidamente molhado ou úmido. Faça essa checagem diariamente regando a terra sempre que necessário e evitando molhar flores e folhas.

Após molhar a terra deixe-a escorrer para eliminar o excesso de água, evitando que as raízes fiquem diretamente submersas e acabem por apodrecer.

Luminosidade ideal: início da manhã ou pelo final da tarde quando o sol está mais brando.

Correntes de ar artificiais (ar condicionados ou ventiladores) diretamente nas plantas são prejudiciais ao seu estabelecimento e desenvolvimento.

Plantas dentro de casa

Sabendo escolher as espécies adequadas e fazendo o cultivo corretamente, é possível manter plantas vistosas e saudáveis mesmo dentro de casa.

Plantas cultivadas dentro de casa vivem em ambientes repletos de fatores que podem prejudicar seu desenvolvimento. Às vezes falta iluminação adequada, outras vezes há pouca ventilação… isso sem falar na fumaça de cigarros, falta da luz do sol, regas insuficientes ou em demasia. Por todas essas razões e muitas outras, as plantas cultivadas em interiores requerem cuidados especiais, do contrário podem ser seriamente atingidas por pragas e doenças, a brotação torna-se reduzida e até inexistente e a folhagem mostra-se murcha e sem brilho.

De maneira geral, podemos destacar três fatores básicos, que não devem ser negligenciados quando cultivamos plantas dentro de casa:

* Luz solar: Semanalmente, recomenda-se colocar as plantas para arejar e tomar sol, de preferência pela manhã, por algumas horas;

* Regas corretas: Plantas dentro de casa não necessitam de regas diárias, a menos que esteja em vaso muito pequeno, com pouca terra. No verão, o ideal é regar as plantas a cada dois dias e no inverno uma média de duas vezes por semana é suficiente;

* Fertilização: Por estarem submetidas a condições adversas, plantas em ambientes internos precisam receber nutrientes adequados. Recomenda-se a aplicação de um fertilizante líquido foliar, que pode ser pulverizado diretamente sobre as folhas, mensalmente.

Escolhendo as espécies:

É inegável que as plantas podem dar vida aos ambientes, valorizando a decoração e o visual geral de uma sala, por exemplo. Entretanto, ao selecionarmos espécies inadequadas ao ambiente, certamente obteremos resultados decepcionantes. Antes de tudo, o ideal é fazer uma análise geral das condições internas, verificando, principalmente, as condições de calor e luminosidade. Esse é o primeiro passo para a escolha das espécies adequadas: quanto mais próximas das condições do habitat natural da planta, maiores são as chances de sucesso.

As folhagens são as que melhor se adaptam ao cultivo dentro de casa, mas nada impede que, em condições onde haja boa luminosidade e até um pouco de luz do sol, opte-se por flor-de-maio, prímula, brinco-de-princesa e até hortênsias.

Meia-sombra: Significa que as plantas precisam de luminosidade sem exposição direta aos raios solares no período das 10 horas da manhã às 5 da tarde.

Sombra: Não devem ser expostas diretamente aos raios solares e suportam baixa luminosidade.

Rega abundante: Significa que as plantas necessitam de regas abundantes e mais freqüentes, especialmente nos meses mais quentes.

Rega média: Necessitam de água sempre que a terra apresenta-se seca. Toleram regas duas vezes por semana.

Rega escassa: As plantas devem ser regadas com menor freqüência, de preferência uma vez por semana, de acordo com o local em que estiverem colocadas.

Condições adequadas para cada espécie:

Espécie

Luminosidade

Rega

1- Caladium (Caladium)

sombrameia-sombra

moderada

2- Licuala, palmeira-leque (Licuala grandis)

sombra/meia-sombra

escassa

3- Lírio-da-paz (Spathiphylum wallisii)

sombra ou meia-sombra

moderada

4- Flor-de-maio (Schlumbergera SP.)

meia-sombra

moderada

5- Palmeira ráfia ou rápis(Rhapis excelsa)

meia-sombra

escassa

6- Árvore- da-felicidade(Polyscias fruticosa)

meia-sombra

moderada

7- Asplênio(Asplenium nidus)

sombra/meia-sombra

abundante

8 e 9- Calatéia (Calatheas)

meia-sombra

abundante

10- Cheflera(Schefflera octophyllum)

meia-sombra

moderada

11- Chifre-de-veado(Platycerium SP.)

meia-sombra

moderada

12- Jibóia (Scindapus aureum)

meia-sombra

moderada

13- Filodendro (Philodendron)

sombra/meia-sombra

moderada

14- Costela-de-adão(Monstera deliciosa)

meia-sombra

abundante

15- Singônio (Singonium)

sombra/meia-sombra

abundante

Caladium

Licuala, palmeira-leque

Lírio-da-paz

Flor-de-maio

Palmeira ráfia ou rápis

Árvore- da-felicidade

Asplênio

Calatéia

Cheflera

Chifre-de-veado

Jibóia

Filodendro

Costela-de-adão

Singônio

Camila de Lima Braga

Engenheira Agrônoma, Mestre em Agronomia (Horticultura)

E-mail: alimaclima@gmail.com

 

About these ads

12 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Marcela Goulart
    jul 30, 2013 @ 09:14:33

    Olá, gostei muito de suas dicas, gosto de flores, mas não sei como cuidar delas… Vou me dedicar um pouco mais. Depois que as flores murcham, é necessário corta-las para renascer? Como deve ser feito?
    Grande abraço.

    Resposta

    • Alessandra C. Oliveira
      ago 04, 2013 @ 13:23:39

      Olá…
      Depende, pois uma planta é diferente de outra planta. O ideal é conhecer o tipo de planta que vc tem em casa, é de fundamental importância que você saiba qual é a planta que você está cultivando, pois é através disso, que você conhecerá as características da planta para realizar o tratamento e os cuidados corretos para que a planta fique sempre saudável.
      A poda é o corte de partes da planta para que o seu tamanho seja controlado, e além disso, a planta mantenha um aspecto bonito e jovem.E também serve para retirar o excesso de folhagem,e as partes sem vida e secas. Com o auxilio de uma tesoura apropriada para a poda, corte todas as folhas e flores que estiverem murchas, ressecadas ou queimadas. Essa tesoura pode ser adquirida em qualquer loja de artigos para jardinagem ou em floriculturas.
      Mas isso não quer dizer que sua planta lhe dará flores, algumas plantas dá flores 1 a 2 vez por ano e outras o ano inteiro. Mas retirando as flores e folhas secas e murchas ajuda a planta sim.

      Obrigada e volte sempre :D

      Resposta

  2. Adelucia
    jul 02, 2013 @ 17:28:33

    Gostei sobre as dicas .comecei a cuida de flores agora e aqui na Inglaterra eles tem muitas opcoe,para mim e uma terapia

    Resposta

    • Alessandra C. Oliveira
      jul 07, 2013 @ 18:55:09

      Adoro flores …
      Apesar que adoro plantas …
      E acredito que elas trazem paz e felicidade para quem cuida e para o ambiente….
      Precisando de qualquer coisa é só voltar … :D

      Resposta

  3. Yolanda K. A. Tomikura
    mai 18, 2013 @ 13:33:32

    Olá Alessandra.
    Tenho pés de lichia e uvas estão todas com as folhas como se fossem ferrugem e torcidas. pararam de dar frutos, que doença é essa e o que fazer? Obrigada.
    Yolanda de Guaratinguetá SP

    Resposta

  4. Josemar Torres Veras
    jan 19, 2013 @ 18:23:14

    Só tenho que agradeçer e elogiar pelo brilhante trabalho de todos, essa materia é uma benca, a verdade é que estão de parabens.

    Resposta

  5. Fernanda Monteiro
    jul 18, 2011 @ 17:04:46

    Adorei o texto, achei muito completo, gostei principalmente da questão dos cultivos de plantas dentro de casa, estou para comprar flores neste site

    http://www.floresonline.com.br/

    Adorei as dicas que você indicou, muito obrigada!
    Beijos

    Resposta

    • Alessandra C. Oliveira
      jul 18, 2011 @ 20:44:00

      Que bom que gosto!
      Olhei o site, realmente eles tem flores lindas….
      Mas em sua cidade também deve ter flores tão lindas como essas….
      Pois existem flores que duram muito pouco e talvez demora faça com que vc perca um certo tempo de vida delas….
      Como por exemplo girassol, ela é linda, porém ela dura até 10 dias, o que é uma pena.
      Mas obrigada por visitar o site e qualquer dúvida estou a disposição.
      Bjusssss

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 537 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: